Publicado em

MAÇONS que MUDARAM a MAÇONARIA: THOMAS WEBB

Thomas Smith Webb (30 de outubro de 1771 – 06 de julho de 1819) foi o autor do Monitor do Maçom, um livro que teve um impacto significativo sobre o desenvolvimento da maçonaria americana, e especialmente do Rito de York. Por isso, Webb tem sido chamado de “pai do Rito de York ou Rito Americano” por seus esforços para promover os corpos maçônicos desse Rito.
Em 14 de Setembro de 1797, ele publicou o Monitor do Maçom, atualmente mais conhecido como “Monitor de Webb” e adotado por todas as Grandes Lojas dos EUA para os Graus Simbólicos. Este pequeno volume, que agora é extremamente raro, consistia em duas partes, a primeira tratava dos 03 graus simbólicos, chamados de “Azuis”. A segunda parte continha um relato dos “Graus Inefáveis da Maçonaria”, juntamente com algumas músicas maçônicas. A publicação deste trabalho foi seguida por edições ampliadas e melhoradas por Thomas Webb sucessivamente em 1802, 1805, 1808, 1816, 1818.
Thomas Smith Webb presidiu uma convenção das comissões em Boston em outubro de 1797, para a formação de um Grande Capítulo Geral de Maçons do Real Arco, e em uma reunião em Providence, em janeiro de 1799, ele apresentou, como presidente de uma comissão, uma Constituição que foi aprovada. A formação da Grande Comandaria de Cavaleiros Templários dos Estados Unidos também foi resultado de seu trabalho maçônico.
Ele também serviu como o primeiro Grande Comendador do que é hoje a Grande Comandaria dos Cavaleiros Templários, além de ter sido Grão-Mestre da Grande Loja de Rhode Island, entre 1813 e 1814.
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *