Publicado em

MAÇONS que MUDARAM a MAÇONARIA: JAMES ANDERSON

James Anderson (1679-1739) nasceu e foi educado em Aberdeen, na Escócia. Ordenado ministro de Igreja da Escócia em 1707, deslocou-se para Londres, onde ministrou a congregação de “Glass House Street” até 1710, e a Igreja Presbiteriana na Swallow Street até 1734, terminando em Lisle Street Chapel até à data da sua morte.
Na reunião da Grande Loja de Londres em 29/09/1721, onde 16 Lojas estiveram representadas, o Irmão James Anderson foi encarregado de estudar as cópias das antigas constituições góticas, consideradas falhas, e fundi-las numa Carta Magna mais concisa e clara.
Anderson deve ter trabalhado com incrível rapidez ou já tinha feito alguns estudos preliminares sobre o assunto, pois em 21/12/1721 ele apresentou o projeto de manuscrito, que foi entregue à uma comissão de 14 Irmãos, e essa comissão, após realizar as emendas consideradas necessárias, aprovou a nova Constituição em 25/03/1722.
Em 17/01/1723 a Grande Loja aprovou a Constituição já impressa e nomeou Anderson como Grande Primeiro Vigilante.
A Constituição foi também editada e reproduzida por Benjamin Franklin em Filadélfia em 1734, sendo o primeiro livro maçônico impresso na América.
A autorização da impressão e venda da Constituição criou uma crise dentro da Grande Loja e desde então Anderson se manteve afastado da Maçonaria. Esse afastamento durou cerca de 10 anos, quando em 24/02/1735 Anderson solicitou autorização para apresentar uma edição aumentada da Constituição, a qual foi aprovada em 25/01/1738 em uma sessão com 56 Lojas representadas.
Em 01/06/1739 Anderson faleceu, tendo sido sepultado com as devidas honras maçônicas no cemitério de Bunhills Fields.

2 comentários sobre “MAÇONS que MUDARAM a MAÇONARIA: JAMES ANDERSON

  1. Aonde posso encontrar a Constituição de Anderson om line, para poder imprimeir

  2. interessante

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *