Publicado em

AS PSEUDOPRIMAZES DA MAÇONARIA

glae-web-enhHá uma célebre frase, que alguns costumam creditar ao escritor inglês George Orwell, pseudônimo de Eric Arthur Blair, que diz que “a história é escrita pelos vencedores”. Com algumas raras exceções, os historiadores têm provado que essa máxima é verdadeira. Na sublime ordem maçônica não tem sido diferente, tanto no Brasil como no exterior.

Como exemplos, tratarei aqui dos primórdios da Maçonaria Inglesa, berço da Maçonaria anglo-saxônica; da Maçonaria Francesa, berço da Maçonaria Latina; e da Maçonaria Brasileira, segunda maior Maçonaria regular no mundo, atrás apenas dos EUA e à frente da Inglaterra; revelando as Obediências Maçônicas que existiram em cada um desses países antes do surgimento das chamadas “primazes”, que por um motivo ou outro prevaleceram, condenando, seja propositalmente ou acidentalmente, suas antecessoras ao esquecimento.

Para acessar o artigo, CLIQUE AQUI.

5 comentários sobre “AS PSEUDOPRIMAZES DA MAÇONARIA

  1. Maquiar ou remendar a história é comum em várias instituições, mas em se tratando da sublime ordem é um tanto quanto decepcionante, principalmente quando se deixa de lado os princípios de FRATERNIDADE tão ensinados em nossas oficinas.

    Márcio Martins.’.

  2. Como sempre, artigo completo e consistente, IR Kennyo. Parabéns.
    Infelizmente é comum encontrar PPBB, que certamente nunca se dedicaram ao desbaste, nos degraus mais altos da instituição…

    A descrição da Grande Loja de York vem do manuscrito de Halliwel ou Poema Régio. É considerada um fato histórico ou uma lenda protomaçônica? Também me parece muito mais a descrição de uma guilda de construtores operativos do que uma instituição filosófica, tal como a caracterizada pela fundação da GLUI. Qual sua opinião?
    TFA.

    Kennyo Ismail – Obrigado pelo comentário, Ir.´. André. A Grande Loja de York realmente existiu, e durante o século XVII e início de XVIII ela abrigava maçons operativos e especulativos de forma mais equilibrada do que a Grande Loja de Londres quando foi fundada. Para se ter uma ideia, das 4 Lojas que fundaram a Grande Loja de Londres, 3 tinham predominância de maçons operativos. Recomendo as publicações do Irmão britânico David Harrison, PhD em história com foco na história da Maçonaria, que fez excelentes trabalhos com base nos registros da Grande Loja de York e suas Lojas.

  3. Ir.’. Kennyo, o que é uma Grande Loja Provincial? Como ela pode ser filiada a um Supremo Conselho, se este é o mesmo que Grande Oriente Brasileiro?

    TFA

    Márcio Martins.’.

  4. Desculpa, Supremo Conselho não, mas sim Governo Supremo. Segundo parágrafo da página 4.

    TFA

    Márcio Martins.’.

  5. Bom dia Ir.’.Kennyo, vou fazer igual fizeram em um comentário anterior.
    Se o seu blog não responde os questionamentos feitos pelos leitores então até mais!!

    Brincadeira mas ainda não entendi esta questão de grande loja provincial e muito menos desta filiação em um grande oriente.

    Desculpe pela insistência.
    TFA
    Márcio Martins.’.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *